create a web page for free

PORTUGAL

Porque morar em Portugal

Essa resposta é bem simples: por ser um país sensacional! Portugal é um dos países mais visitados do mundo atualmente. Não é por acaso que é reconhecido por uma série de fatores que contribuem para essa visibilidade. Nem sempre foi assim... Portugal passou, ao longo da sua história milenar, por inúmeros desafios. O mais recente foi uma crise econômica severa que quase tirou o país da Comunidade Europeia.

O povo português é muito parecido conosco: são destemidos e buscam sempre o melhor para suas famílias. Esta crise ainda não passou por completo, o país ressurgiu como uma das maiores promessas de prosperidade, não apenas na Europa, mas em todo o mundo.

Portugal é repleto de belezas naturais e arquitetônicas do interior ao litoral. Com ilhas maravilhosas para morar ou para prática de atividades turísticas. O famoso jogador Cristiano Ronaldo, por exemplo, é nascido na Ilha da Madeira.

Já o complexo de Ilhas de Açores possui uma das melhores universidades da Europa e paisagens deslumbrantes. Todas estas ilhas foram formadas por atividades vulcânicas e por isso apresentam cenários de cinema.

Sua gastronomia é reconhecida como uma das melhores do mundo, aliada com uma perfeita harmonização com seus deliciosos vinhos. O famoso bacalhau, os azeites, queijos, francesinhas e tantas outras guloseimas que enchem nossos olhos também não poderiam ficar de fora.
O país é considerado um dos três mais seguros do mundo. Suas universidades vêm entre as melhores do mundo e com isto, o setor de tecnologia se aproxima mais do país. Esta lista de excepcionais qualidades fazem com que Portugal esteja figurando como um dos principais destinos turísticos do mundo na atualidade.

Além do destaque para o Turismo, a área de Tecnologia não poderia ficar de fora. Hoje, um dos maiores eventos do mundo, o Web Summit, é realizado em Lisboa. Grandes empresas do setor como Amazon, Netflix, Facebook, e Twitter estão migrando ou já estão em pleno funcionamento no país. O universo das startups está dando uma nova cara aos nossos patrícios. 

Porque Portugal é um dos países mais seguros do mundo, e com melhor qualidade de vida

A revista inglesa The Economist em parceria com a Universidade de Sydney (Austrália), Universidade de Londres (Reino Unido) e com a Universidade Uppsala e o Instituto Internacional de Pesquisas pela Paz de Estocolmo (Suécia) criaram o Índice Global da Paz para averiguar em âmbito mundial os esforços pela paz tanto internamente como no ambiente externo ao país.

Neste cenário Portugal ocupa o quarto lugar mundial perdendo para países como Islândia, Nova Zelândia e Áustria, respectivamente. Nos últimos 10 anos, Portugal sempre ocupou posições entre os 20 países mais seguros do mundo.

Uma série de fatores atestam essa posição de Portugal contra a violência. A principal delas é a melhora da economia do país. Com a significativa melhoria faz com que a população esteja mais envolvida com atividades produtivas evitando que a aproximação com o crime.

Um segundo fator é a qualidade da polícia portuguesa. Os policiais estão entre os melhores do mundo, tanto em atividade de vigilância como em investigações.

Estes números atestam a tranquilidade percebida quando andamos nas ruas em altas horas da noite. Não podemos estar desatentos em nenhum lugar do mundo, mas é nítido o nível de tranquilidade em qualquer cidade portuguesa, mesmo as grandes como Lisboa e Porto. 

Porque estudar em Portugal

Como falamos nas páginas anteriores, Portugal possui uma excelente qualidade de vida. Estudantes de todo o mundo optam em morar no país pelo clima, que é muito agradável, não sendo tão frio quanto a maioria dos países europeus, a culinária esplêndida, sua segurança em destaque mundial e qualidade das universidades.

Para o estudante brasileiro, aliado a todos os fatores citados acima, ainda conta com a facilidade da língua. Qualquer brasileiro que desejar morar fora do país, em geral, terá certa dificuldade nas línguas estrangeiras. Já em Portugal, pode transitar livremente por livros artigos e produções audiovisuais que facilitarão muito sua vida acadêmica.

Os principais modelos de ensino em Portugal são os seguintes:
• Graduação
• Instituto Politécnico
• Mestrado
• Doutorado
• Pós-doutorado
• Especialização
• Ensino Secundário
• Cursos de curta duração

O ano letivo em Portugal inicia em setembro e termina em julho. Alguns cursos permitem duas entradas (primeiro e segundo semestre). Neste caso existem entradas em setembro e fevereiro. Durante o ano letivo existem pequenos intervalos em festividades tradicionais em Portugal como Natal, Ano Novo, Páscoa e feriados locais.

Como no Brasil existem dois tipos de instituições de ensino em Portugal: públicas e privadas. As formas de entrada são muito parecidas tanto no processo de documentação, informações a serem apresentadas e trâmites internos.

A principal diferença acontece nos valores praticados. Diferente do Brasil, as instituições públicas em Portugal não são totalmente gratuitas.

As mensalidades nas instituições públicas e privadas praticam propinas (mensalidades) de acordo com a situação legal no país. O cidadão português, cidadão da comunidade europeia ou residente legal que viva no país há mais de dois anos tem direito a mensalidades mais acessíveis.
Os estudantes que não se enquadrarem nestas três opções citadas precisam pagar “propinas completas”. Cada curso e instituição tem a liberdade de praticar seus valores.

Uma outra modalidade de ensino bem comum em Portugal é o ensino politécnico. Explicaremos em detalhe mais a frente mas, a priori, o principal diferencial é que as universidades possuem uma vertente mais teórica enquanto os institutos politécnicos possuem caráter essencialmente prático e voltado ao mercado de trabalho.

Mais especificamente sobre Mestrados e Doutoramentos (doutorado) as instituições possuem regras próprias e específicas para cada tipo de curso. Não existe uma obrigatoriedade, por exemplo, que se apresente um projeto de pesquisa como ocorre no Brasil.

Será muito importante você localizar as instituições que possuem programas relacionados às suas linhas de pesquisa e se informe sobre o processo detalhado de entrada.